A GNR portuguesa é uma polícia que gere a segurança e bem-estar dos cidadãos, existem postos em quase todas as vilas e cidades destes homens que zelam pela segurança. O site da GNR está disponível na internet para todos os que quiserem aceder às últimas informações da Guarda Nacional Republicana. O site é o www.gnr.pt e pode ser acedido a partir de qualquer navegador. O nosso site divulga assim o site da guarda nacional republicana.

Site da GNR - www.gnr.pt

A Guarda Nacional Republicana é uma força de segurança de natureza militar, constituída por militares organizados num corpo especial de tropas e dotada de autonomia administrativa, com jurisdição em todo o território nacional e no mar territorial. Pela sua natureza e polivalência, a GNR encontra o seu posicionamento institucional no conjunto das forças militares e das forças e serviços de segurança, sendo a única força de segurança com natureza e organização militares, caracterizando-se como uma Força Militar de Segurança Pública.

A GNR partilha as responsabilidades do policiamento de Portugal continental com a Polícia de Segurança Pública (PSP), cabendo a esta última a responsabilidade pelas grandes áreas urbanas e à Guarda, a responsabilidade pelas áreas rurais ou peri-urbanas. Nos Açores e na Madeira está atribuído, também à PSP, o policiamento das áreas rurais, limitando-se a GNR a operar, essencialmente, nas áreas fiscal, de controlo costeiro e de proteção ambiental. Na fração habitada mais isolada do território de Portugal, a ilha do Corvo, a GNR é a única força policial permanentemente instalada, assumindo todas as responsabilidades policiais na ilha.

Uma das responsabilidades mais visíveis da GNR é a guarda cerimonial de vários edifícios públicos, como o Palácio de Belém – sede da Presidência da República -, o Palácio de São Bento – sede da Assembleia da República – e o Palácio das Necessidades – sede do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

A GNR foi criada em 1801, como Guarda Real da Polícia, inspirando-se na Gendarmerie francesa.

www.gnr.pt